Matenha o cabelo saudável no verão com essas 5 receitas naturais

De Ana Filipa | Lifestyle | 17-10-2017
5 óleos naturais para nutrir seu cabelo

O verão é o melhor momento para desfrutar do calor e muitas de nós não consegue ficar longe do sol ardente.  No entanto, é preciso o maior dos cuidados para evitar que raios de sol danifiquem nossa pele e cabelo. Hoje escrevo sobre como manter seu cabelo feliz e saudável durante toda a temporada usando produtos naturais e livres de químicos. Meus favoritos - já experimentei todos - são esses cinco óleos de origem vegetal.

Há tantos óleos, qual deles eu compro?

Sabemos que pode escolher produtos para o cabelo pode ser exasperante, com tantas opções diferentes. Algumas regras vão facilitar na hora de escolher. Eu pessoalmente, sempre verifico o rótulo para me certificar que o produto não contém produtos químicos e que todos os ingredientes são naturais (e de preferência orgânicos). Por outro lado, sempre procuro óleo que seja prensado a frio  - o que significa que não houve calor envolvido durante o processo de extração e por isso alteração da estrutura química. Esse meu top cinco óleos que fazem maravilhas pela saúde do meu cabelo:

1. Óleo de Coco
O óleo de coco é o meu Santo Graal de beleza. Ele atua como um protetor de calor, repara danos e cabelo quebrado, ajuda a prevenir queda de cabelo e auxilia seu crescimento. Devido às suas propriedades, o óleo de coco se fixa aos fios de cabelo e retém a umidade em vez de evaporar, tornando-se um dos tratamentos de cabelo mais eficazes que existe.

Como usar: Se seu couro cabeludo geralmente fica oleoso, aplique o óleo de coco nas pontas e exclua as raízes. Se seu cabelo estiver muito seco, aplique e massage diretamente no couro cabeludo. O óleo é mais fácil de aplicar se estiver ligeiramente derretido. Retire uma porção do tamanho de uma amêndoa e esfregue entre as palmas da mãos. Deixe atuar em seu cabelo por 30 minutos a uma hora (ou mesmo mais) e enxague com um shampoo natural. Repita 1-4 vezes por mês.

2. Óleo de Jojoba

Antes de mais nada, vamos estabelecer como pronunciar isto: yo-yo-ba! Este óleo é extraído da planta de jojoba e é maravilhoso porque sua estrutura química se assemelha ao óleo que é produzido naturalmente por nossos couro cabeludo - que é vulgarmente chamado de sebo. Isso significa que muito provavelmente seu couro cabeludo irá prontamente aceitá-lo sem mostrar quaisquer efeitos colaterais. Óleo de jojoba, de forma semelhante ao óleo de coco, hidrata o cabelo profundamente a partir do interior dos fios de cabelo. Também é indicado para tratar a caspa e problemas de couro cabeludo seco.

Como usar: Aplique no couro cabeludo antes de lavar o cabelo e deixe por 30 minutos ou mesmo durante a noite. Para um cheiro agradável, você pode adicionar uma gota de seu óleo essencial favorito (como lavanda ou eucalipto). Alternativamente, você pode adicionar algumas gotas de óleo de jojoba ao seu condicionador ou aplicar diretamente um pouco do produto nas extremidades do cabelo após a lavagem.

3. Óleo de Rícino

O rícino é extraído das sementes da mamona, uma planta muito comum e abundante no Brasil. O seu óleo é rico em vitamina E, minerais e proteínas. Ele oferece grandes benefícios, como controlar a perda de cabelo, combater as infecções do couro cabeludo e caspa (devido às suas propriedades anti-fúngicas), condicionamento e hidratação do cabelo, bem como a prevenção de pontas duplas.

Como usar: O óleo de rícino é mais espesso que os outros óleos falados aqui, por isso sugiro misturar algumas gotas com óleo de coco ou azeite, para uma aplicação mais uniforme e mais fácil. Use a mistura como um tratamento intenso para o couro cabeludo deixando atuar durante a noite. Lave e enxague como de costume na manhã seguinte. Pode repetir semanalmente ou quando necessário.

4. Óleo de Argan

O óleo de argan também é conhecido como óleo marroquino, por ser muito usado pelas mulheres árabes. Esse óleo fará maravilhas para o seu cabelo: algumas gotas e seu cabelo ficará mais protegido do calor, nutrido e hidratado. Com uso frequente você poder reduzir o cabelo seco e quebradiço, e também reduzir a frizziness, deixando o cabelo macio e 'gerenciável'. Não admira que eles chamam este óleo de "ouro líquido"!

Como usar: Aplicar diretamente nas extremidades do cabelo depois de enxuto e deixar como um "leave-in conditioner" até à lavagem seguinte. Este óleo não é tão gorduroso como o óleo de coco, por isso é perfeito para uso mais frequente.

5. Azeite

Nós ouvimos falar de azeite o tempo todo, não só para cozinhar, mas também quando se trata de produtos de beleza natural. O azeite oferece propriedades ricas e hidratantes que são ótimas para seu cabelo: ele cobre os fios de cabelo e age como um protetor de calor, e trás brilho ao cabelo danificado. O uso frequenete azeite ajudará seu cabelo a parecer mais forte, saudável e brilhante. Obrigado, azeitonas!

Modo de usar: Uma vez por semana, aplique 1-2 colheres de sopa de azeite em cabelo seco ou molhado, distribuindo uniformemente. Envolva em uma toalha ou um boné de chuveiro e deixe por cerca de meia hora. Seja super cuidadosa no chuveiro, porque o azeite pode escorrer e tornar o chão escorregadio! Enxágue com água fria e se sinta livre para pular o condicionador.

                                                                                           ♥ 

Por último, tenha em mente que todo óleo é gorduroso. Aconselho o uso moderado, caso contrário você arrisca deixar seu cabelo gorduroso e pesado mesmo após a lavagem. Mais vale começar a experimentar com quantidades mais pequenas e ir aumentado que o contrário. Adicionalmente lave seu cabelo com um shampoo natural e não-químico. Shampoos e condicionadores com silicone criam um barreira em volta dos fios de cabelo que os tornam impermeáveis à ação benéfica hidradante de qualquer produto que você aplicar em seu cabelo. E, claro, tenha em mente que mudanças como esta não acontecem durante a noite: apenas o uso consistente resultará em cabelo lindo, saudável e e brilhante! Ámen.

Matenha o cabelo saudável no verão com essas 5 receitas naturais
Beijos, AnaAna Filipa
Gostou?

Partilhe esse blog com amigos!

COMENTAR ESTE BLOG